EU DEVIA...

Eu devia te amar, mas não posso,Odiar-te, mas não tenho razão,Elogiar-te, mas tenho medo do que aconteça;Censurar-te, mas não acho em que.


          Eu devia te fazer sorrir, mas não sei como,          Fazer-te chorar, mas tenho pena;          Ajudar-te, mas temo a rejeição;          Complicar-te, mas não tenho coragem.

Eu devia te defender, mas me falta espaço,Acusar-te, mas afinal, de quê?Acompanhar-te, mas não sou chamado;Esperar-te, mas não tenho forças.

          Eu devia te conhecer melhor, mas tenho medo;          Não te conhecer, mas a inquietação não deixa.          Abraçar-te, mas temo a força da “Paixão Louca”;          Empurrar-te, mas não tenho motivo.

Eu devia te fazer feliz, mas não tenho regras;Fazer-te sofrer, mas não suportaria ver você sofrendo;Dá-te orgulho, mas não sou suficiente;Decepcionar-te, mas me sentiria um covarde.

          Eu devia te fazer viver eternamente, mas sou mortal;          Matar-te, mas estaria matando uma parte de mim;          Levar-te ao sucesso, mas não sei o caminho;          Derrotar-te, mas precisaria ter você como inimiga.

Eu devia não tirar os olhos de você, mas temo ser atraído;Não te olhar, mas hum! – Como não?Dar-te a mão, mas há outros na minha frente;Não te ajudar, mas é impossível  recusar o teu pedido.

          Eu devia ser a pessoa mais importante da tua vida, mas já há outras.          Ser teu adversário, mas que proveito me traria?          Dá-te o melhor presente, mas não posso comprar;          Dá-te a pior das amarguras, mas me dói só em dizer.Eu devia está sempre perto de você, mas temo a força do destino.Está o mais ausente possível, mas de certa forma você estaria sempre perto.Despertar-te a beleza, mas você já a possui;Levar-te a indecência, mas tenho medo da Lei do Retorno ““.          Eu devia dar o que mais você espera de mim, mas não sei o quê;          Dar-te o que jamais esperas que te dê, mas graças a Deus não tenho.          Ver-te cercado por muitas gentes, mas temo ser esquecido;          Ver-te no desprezo e sem ninguém, mas isso me maltrataria.Eu devia pensar mais no que te dizer, mas agora é tarde;Dizer tudo sem pensar em nada, mas me precipitaria;Devia te dizer outras coisas, mas você já cansou de me ouvir;Devia não ter te dito nada, mas agora já disse.          Então se lembre: EU DEVIA, MAS...                Poema de Sergio Geremias


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

QUILOMBOS E REVOLTAS ESCRAVAS NO BRASIL

A ENTRADA DA IGREJA NOS CÉUS

Como um arco íris