Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2014

Minha condição ante a Bíblia

Minha consciência é escrava da Palavra de Deus.
Martinho Lutero

O perfeito amor lança fora o temor

O perfeito amor lança fora o temor. 1 João 4.18


O temor e o amor levantam-se em antagonismo, um contra o outro, como aspectos da vida, como aqueles dois montes de onde se pronunciavam res­pectivamente as bênçãos e as maldições da antiga Lei - o monte da Maldição, todo estéril, pedregoso, sem vegetação e sem água; o monte da Bênção, ver­de e alegre, com muitas flores, e abençoado com vários córregos. O medo é estéril. O amor é frutífe­ro. Um é escravo, e seu trabalho tem pouco valor. O outro é livre, e seus feitos são grandes e preciosos. Do cume amaldiçoado da montanha que gera a es­cravidão, pode-se ouvir as palavras da Lei; mas o po­der para cumprir todas essas leis precisa ser procu­rado nas escarpas ensolaradas onde a liberdade ha­bita em amor e fornece energia para a obediência. Portanto, se você for usar em sua própria vida o mai­or poder que Deus nos deu para nosso crescimento na graça, procure seus argumentos, não no temor, mas no amor.
Alexander Maclaren

Você não é um João-ninguém

Ainda não fomos muito longe, mas já é hora de um questionário. Arranque do banco da sua memória uma folha de papel de rascunho e veja como você se sai nas seguintes perguntas: 1.  Quem ensinou a Martinho Lutero sua teologia e inspirou sua tradução do Novo Tes­tamento? 2.  Quem visitou a Dwight L. Moody numa loja de calçados e falou-lhe a respeito de Deus? 3. Quem trabalhou ao lado de Harry Ironside e o incentivou como seu pastor auxiliar? 4.  Quem era a esposa de Charles Haddon Spurgeon? 5.  Quem era a mulher idosa que orou fiel­mente a favor de Billy Graham por mais de vinte anos? 6. Quem financiou o ministério de William Carey na índia? 7. Quem revigorou o apóstolo Paulo naquela masmorra romana enquanto ele escrevia sua carta a Timóteo? 8.  Quem ajudou Charles Wesley a pôr-se a caminho como compositor de hinos? 9. Quem encontrou os Pergaminhos do Mar Morto? 10.   Quem pessoalmente ensinou a G. Campbell Morgan, o "expositor incomparável", suas técnicas no púlpito? 11. Quem sucedeu a H…

Ele morreu por mim

Enquanto o diretor da escola missionária falava a respeito da crucifica­ção de Cristo, uma menina o ouvia atentamente. Comovida por esta bela his­tória, lágrimas rolaram de seus olhos e, levantando-se, saiu. A tarde, a menina voltou à escola e o superintendente lhe perguntou: "Maria, por que você foi embora esta manhã?" "Oh! professor, eu não podia ficar na sala, enquanto o senhor falava a respeito de Jesus pregado na cruz. Fui para um canto da es­cola, onde confessei meus pecados a Jesus e disse-lhe que eu havia ajudado a pregá-lo na cruz por causa dos meus pecados. Pedi-lhe o favor de perdoar-me porque eu havia ajudado a matá-lo. Eu estava muito triste, mas agora sinto-me feliz."

7º Encontro de Jovens na IEADPE em Vitória de Santo Antão , Participe!

Programação especial em Abril para a mocidade da IEADPE em Vitória de Santo Antão - setor4

3ª Carreata Boas Novas em Vitória de Santo Antão - veja trajeto

Cobiça

A cobiça ou avareza tem seu fundamento num desejo pervertido de posses, com raiz no egoísmo. Um coração egoísta nunca está satisfeito. Um menino está muito satisfeito com sua patinete, até que veja outro com um automovelzinho. Uma menina fica toda contente com sua boneca de corpo de pano, até que veja a vizinha ninando ao colo uma fina boneca de borracha. Jorge está contente com sua caneta tinteiro comum, até ver nas mãos do primo uma Parker. E isto não se limita às crianças. O Sr. "F" alegra-se com o aumento de salário que lhe deram, até ouvir que o Sr. "S" recebeu duas vezes aquele aumento. Quando a cobiça predomina em nosso pensamento, avaliamos as coisas em termos de nossos bens em comparação com os dos outros. E quando vemos neste mundo todas as desigualdades na distribuição da fortuna, uns tendo tanto mais que outros, ficamos descontentes e irritados. Seguem-se a inveja, o ciúme, o ódio, e tudo isto traz em resultado maior cegueira diante dos verdadeiros valo…

Pré Congresso + Vigília na Igreja Evangélica Assembléia de Deus em Vitória de Santo Antão - setor 4

A Mentira

A mentira é outro dos pecados mais generalizados de nossa sociedade, a tal ponto que a consciência de muitos cristãos têm se tornado insensível e debilitada com relação ao pecado da mentira. Existem muitas pessoas crentes que crêem "que não se pode viver sem uma mentirinha". A mentira é covardia para não enfrentar a realidade. O homem se justifica ao mentir; considera que as mentiras são "piedosas" ou "por necessidade" ou ainda para evitar problemas maiores. São justificativas ilusórias e sem fundamentos, pois a falsidade e mentira são imorais e contrárias à conduta que Deus requer do homem.
Que é a Mentira? Mentira: É uma manifestação contrária à verdade, cuja essência é o engano, e cuja gravidade se mede segundo o egoísmo ou a maldade que encerra. Está proibida pelo decálogo (10 mandamentos) divino (Ex 20:16), e um dos efeitos da conversão ao cristianismo é deixar de mentir (Ef 4:25). A mentira direta, como a de Ananias e Safira (At 5:4), não é a única form…