Postagens

Não há alegria

Imagem
Acredito que Deus predetermina a morte. Um encontro que não podemos adiar. Temos pensado muito em Deus e na morte, ultimamente pesadelos tem apavorado nossa vida. Por alguns momentos o que afugenta tais pensamentos, é minha querida filha, não desejamos morrer por causa dela, a dor seria grande demais, um golpe duro de suportar, pois, sei o que significa, somos órfãos de mãe. Confessamos que gostaríamos de escrever sobre sonhos e aspirações, algo realmente grande, todavia não visualizamos nenhuma sombra de novidade ou ânimo para anelar pelo futuro. Não há alegria por pertencer a qualquer grupo, não sei se a falta de amigos que possa conversar de igual para igual está nos levando a um sentimento de inutilidade, somos tranquilos, brandos, incapaz de ferir alguém, contudo, nossa qualidade maior é ser chato, nos falta sorriso. Sabemos que somos apenas tolerados. Acreditamos que deveríamos possuir um sentimento forte de união, mas parece que o coração inflou. Na verdade, por vezes ficamos procu…

Coração fraquejado

Imagem
Atualmente, não temos gastado energia alguma escrevendo sobre o que quer que seja, ao contrário, por vezes detestado ter que escrever. De toda forma, não existe muita coisa sobre o que escrever, o que tem mais acontecido reina a apatia. Estamos com um processo em nosso interior, nele tem desenvolvido de forma crescente, um vazio, um oco, resultando em distâncias. De tudo para com todos, quem tem aparecido é um velho visitante, o medo. Ele rouba a concentração, levando consigo o que temos de paciência e humor. O medo nos deixa nu, todo o verniz se vai, até as coisas que julgávamos como mais valiosas desapareceram — à parte Deus. Até o apego por pessoas e instituições, o medo o expulsou para longe. A única coisa que resta, nosso único conforto, é o eterno amor a Deus. Não são poucos os momentos durante o dia que bombas começam a cair, a ponto de sabermos aonde em nós não fomos atingidos, na mente vem um barulho indescritível e ânsias apertam o coração com suas mãos frias. Só conseguimos p…

A DOÇURA DA OBEDIÊNCIA

Imagem
As águas de  Mara  seguiram-se  a   Páscoa,  esta  verdadeiro símbolo da salvação. Sob o  cruel   cativeiro  do  Faraó,   os filhos de Israel viveram como   escravos  no  Egito  por  400 anos. (O Egito serve como tipo do mundo; Faraó, como  figura de Satanás.) Quando o  anjo  da  morte   passou  pelo  Egito, matando  todo  primogênito  do   sexo  masculino,   livrou  as habitações onde viu o sangue do cordeiro  no  batente.  Isto prefigura nossa salvação:   vivendo   no  mundo,   escravos  do pecado, sob o  domínio  de   Satanás,   encontramos  liberdade através do sangue de Jesus aplicado pela fé  no  batente  do nosso coração. Passamos, assim, da morte para a   vida  (João 5.24). Se a Páscoa havia passado, o lenho não  podia  simbolizar   a cruz salvação. Se o lenho representava a cruz, examinemos  o seu significado na vida do crente. A  cruz  ocupa  lugar  de preeminência, pois e aqui que todo crente  deve  viver.  Foi isto que Jesus quis dizer ao afirmar: "Se  alguém  que…

Vida plena

Imagem
Estai em mim, e eu em vós, como a vara de si mesma não pode dar fruto, se não estiver na videira, assim também vós, se não estiverdes em mim. João 15.4


A cada momento, a cada hora, a natureza interna do homem deve ser continuamente sustentada pela vida divina. É apenas quando recebo sua plenitude continu­amente em meu vazio, que estou de fato vivendo - na verdadeira, plena, profunda acepção da palavra - a vida eterna, que agora é meu privilégio e mais tarde será minha glória.
(W. Hay Aitken)

Desestabilidade conjugal

Imagem
Para certos tipos de indagações, por mais que se revelem básicas, na evolução ao longo do tempo de vida juntos; elucidar as dúvidas objetivando a sustentabilidade do  relacionamento tornar-se uma tarefa nada fácil.       Pois, faz-se necessário um olhar apurado, não valendo a pena um simples reparar, ou golpe de vista, mas atentar para aquilo que se está vivenciando. Isso facilita no momento em que for destrinçar os motivos dos conflitos, especialmente a ausência do que é realmente significativo e o excesso de futilidades. Esse regramento é de suma importância, tendo em vista, não perder o que se ganhou ou desacelerar o ritmo dentro da simetria que os uniu.       Dilemas são necessários dentro da complexidade da relação, só assim teremos o pleno conhecimento do que está no interior de cada indivíduo para então podermos combater o que tem gerado tantos embates. A cada estudo, a situação tem que ser revista levando em conta qual o oposto do ideal está sendo vivido. A visão apurada n…

Controlar as emoções é necessário

Imagem
Das coisas difíceis de administrar nós temos as emoções. Tomar as rédeas do que se passa na mente e no coração é dura tarefa. Faz-se necessário um árduo aperfeiçoamento do autocontrole para não perder as estribeiras. Acreditamos que o ponto chave seja a busca pelo equilíbrio, apenas ele faz o uso racional do bom senso, isto é, enxergar o que é de real valor e o que é banal. Mas alcançar o equilíbrio desejado leva tempo, pois só a maturidade faz com que tomemos atitudes excelentes e não nos deixa agir ridiculamente. A riqueza da experiência reside em não cometer ou provocar os mesmos erros. O controle dos sentidos é primordial. Assim conseguiremos suplantar os olhares fulminantes, atenuar palavras ácidas, conter os pés e as mãos para que não ajam dissolutamente. A ira apenas gera contendas, o descomedimento só traz prejuízos, o descontrole emocional provoca rachaduras na alma. Superar os momentos de explosão faz parte do treinamento de gerir nossos sentimentos.
Determinação para o que se…

Páscoa

Imagem
I. PÁSCOA (Lv. 23:5)1. O que é a Páscoa:
      O desenho mostra um hebreu aspergindo o sangue de um cordeiro sobre as ombreiras (batentes ou colunas verticais) e nas vergas da porta (Êxodo 12:7). Observe que o sangue aspergido nas colunas e nas vergas, nos sentidos horizontal e vertical, apontam para a cruz de Cristo. Páscoa no hebraico é pessach que significa passagem ou passar por cima: "...é a páscoa do Senhor" (Ex.12:11), "Porque o Senhor passará para ferir os egípcios..." (Ex.12:23), "É o sacrifício da páscoa ao Senhor que passou por cima das casas dos filhos de Israel..." (Ex.12:27).
2. O Dia da Páscoa:
A festa começa com a morte de um cordeiro como oferta pelo pecado (Ex.12:2,6), no dia 14 do mês de abibe (Lv.23:15; Ex.13:4), que significa espigas verdes. Durante o exílio foi substituído pelo nome nisã (Ne.2:1) que significa começo ou abertura. Corresponde a março-abril em nosso calendário. A páscoa foi instituída numa sexta-feira, ou seja, um dia ante…