Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2010

Ele sabe o que precisamos

A mãe de Jesus lhe disse: Não tem vinho. Disse-lhe Jesus: Mulher, que tenho eu contigo? ainda não é chegada a minha hora. Sua mãe disse aos serventes: Fazei tudo quanto ele vos disser. João 2.3-5 



Ao pedir por bênçãos temporais, a verdadeira sabedoria está em colocar a questão nas mãos do Senhor e ali deixá-la. Ele conhece nossas dores; assim, sem perceber que é bom para nós que a água se transforme em vinho, assim faz. Não nos cabe ordenar. Ele vê o que é melhor para nós. Quando pedimos prosperidade, talvez o que devamos receber seja provação. Quando queremos ser libertados de um "espinho na carne", Ele sabe que precisamos é de uma compreensão do fato de que sua graça nos é suficiente. Desse modo, somos colocados em sua escola e precisamos aprender as lições que nos ensina. 
W.Hay Aitken

Art. 83 CF

Se a norma deve recair sobre todos por ter um caráter erga omnes (generalidade). Por qual motivo os membros dos corpos diplomáticos e alguma categoria de políticos (deputados, senadores e presidente da república) não podem ser processados, por qual motivo não fere o princípio da generalidade?

A lei penal é geral, isto é, por força do princípio da generalidade vale para todas as pessoas. Mas há algumas que exercem funções públicas (ou atividades de interesse púbico) relevantes e por isso desfrutam de algumas prerrogativas funcionais (ou profissionais). Prerrogativas funcionais não se confundem com privilégios pessoais. As prerrogativas funcionais existem em razão da função que a pessoa exerce. A imunidade parlamentar vem preservar a figura do mandatário, a fim de assegurar o bem estar social, isto é, caso sofra processo durante o mandato, isto prejudicaria em exercer sem interferência sua função legislativa. A imunidade parlamentar tem como objetivo também viabilizar a práti…

AMAR... É SEMPRE A COISA CERTA A FAZER

O Sr. Benson, novo professor dos meninos da sétima série da classe da escala dominical, decidiu que sua primeira aula seria sobre a vontade de Deus. Depois de ensinar o que pôde durante 45 minutos, ele concluiu a lição com uma pergunta prática: "Como podemos saber qual a vontade de Deus para a nossa vida hoje?". A maioria dos alunos olhou para os pés ou ficou revirando as folhas de trabalho em silêncio, como já haviam feito durante toda a aula. Mas um menino com um sorriso confiante levantou a mão, animado. "Muito bem, Donny ", disse o Sr. Benson, esperançoso. "Acho que a melhor maneira de descobrir a vontade de Deus é ler a Bíblia e orar", respondeu Donny muito seguro de si. "É isso mesmo, Donny!", exclamou o Sr. Benson. O professor foi alegre para casa naquele dia, porque pelo menos um de seus alunos havia entendido a lição. No domingo seguinte, o Sr. Benson ensinou sobre a tentação, questionando: "Qual a melhor mane…

O Jumentinho e a BMW

"Naqueles dias veio Jesus de Nazaré da Galiléia..." (Mc 1.9).
Certo líder religioso possuía um carro BMW.
O que chocou não foi a BMW. A liberdade de ter ou não ter é garantida pela nossa constituição. O que chocou foi o argumento usado para ter a BMW. A resposta daquele líder foi:
1. Digno é o trabalhador do seu salário. 2. Jesus, quando entrou em Jerusalém, usou a BMW da época (a jumentinha), e esta BMW era zero quilômetro (adendo feito pela esposa do líder), e 3. É preciso ter gente de posse nas igrejas para ajudar os outros, porque o próprio Jesus quando morreu, se não tivesse um rico como José de Arimatéia, não teria onde ser enterrado.
Consideremos os argumentos. Conceitua-se erroneamente a dignidade do trabalhador cristão, porque a dignidade não está relacionada com a riqueza exterior, e sim com a interior. Se a riqueza fosse o parâmetro para julgar os pastores, quase todos seriam indignos e indolentes, porque são bem poucos os que possuem o privilégio da …

Sinonímia e Antonímia

Sinonímia é o fenômeno em que palavras diferentes apresentam o mesmo significado (ou bastante próximos).

Exemplos:

Casa - moradia, lar, teto.
Rosto - face, semblante, cara.
Zelo - cuidado, carinho.

Antonímia é o fato semântico em que as palavras apresentam significados contrários.

Exemplos:

Economizar - gastar.
Largo - estreito.
Riqueza - pobreza.

OS CONFLITOS DA NOVA VIDA EM CRISTO

1. O CRISTÃO PODE ESPERAR VIOLENTA OPOSIÇÃO ( leia João 16:33 ).  O que o Senhor Jesus falou a respeito da nossa atitude ao sermos perseguidos?
2. HÁ OPOSIÇÃO POR PARTE DE UM MUNDO ÍMPIO.  Esta oposição pode assumir a forma de privações financeiras, zombaria de amigos e, em alguns casos, vantagens pessoais.  Acontece também a perseguição hostil ( I Pedro 4:12 ).  É por esta razão que Paulo escreveu à Timóteo: “ Sofre comigo as aflições como um bom soldado de Jesus Cristo. ( II Timóteo 2:3).
3. SATANÁS NÃO DESISTE: A Bíblia ensina a respeito da existência de Satanás como uma realidade inegável e poderosa.  Ele é inimigo de Cristo e de todos os seus seguidores.  Aceitar  a Jesus Cristo como Salvador pessoal é o mesmo que declarar-lhe guerra.  Ler ( I Pedro 5:8 ).  Ele envia todos os esforços no sentido de frustar e derrotar os discípulos de Jesus.
4. A NOVA VIDA ENVOLVE UMA LUTA INTENSA: Viver a nova vida em termos de realizar a vontade de Deus é disputar uma corr…

Sebastianismo (Brasil Colônia)

O jovem rei Dom Sebastião foi desde seu nascimento a única esperança portuguesa de restauração da antiga glória. Era intitulado “Desejado”, por ter nascido após um tempo em que o futuro do reino estava incerto devido à ausência de descendentes. O reino vivia um momento de decadência, com ascensão de outras potências no cenário europeu. A retomada, esperava-se, seria com o rei menino. Dom Sebastião, enquanto viveu, pouco fez para despertar entusiasmo popular. Pouco ligado às mudanças que a Europa passava, que já anunciavam a Idade Moderna, Dom Sebastião vivia ainda na Idade Média viveu a vida inteira em castidade, negando-se a dar novos herdeiros para Portugal. O Sebastianismo, doutrina salvacionista definida pela espera do messias, de uma espécie de pai da pátria que vem redimir o país e o povo de uma situação desfavorável, é uma crença enraizada no imaginário do povo português desde pouco depois do desaparecimento do rei Sebastião na batalha de Alcácer-Quibir (1578). Em mu…

O que você prefere cantar ou blasfemar?

Um homem caminhava por um vale quando encontrou um velho pastor. Dividiu com ele seu alimento e ficaram um longo tempo conversando sobre a vida. Em um dado momento, o tema começou a girar em torno das conseqüências dos nossos atos. O pastor começou a cantar. Como estavam num desfiladeiro de montanhas, a música ecoava suavemente e enchia vale. De repente, o pastor interrompeu a música e começou a blasfemar contra tudo e todos. Os gritos do pastor também refletiram nas montanhas e voltaram até onde os dois se encontravam.  - A vida é este vale, as montanhas são as pessoas que vivem ao seu redor e a voz do homem é o seu destino - disse o pastor. - Somos livres para cantar ou blasfemar, mas tudo aquilo que fizermos será levado ao outro e nos será devolvido da mesma forma.

Oração

Este é um dos ingrediente indispensáveis para a realização da obra de Deus. -Jesus tinha VISÃO ao iniciar seu ministério, mas a primeira coisa que fez depois de ser batizado e ungido pelo Espírito Santo no Jordão foi ir ao deserto para ORAR por quarenta dias. Orar e jejuar. -Cada manhã iniciava o dia orando (Mc 1:35) -Às vezes passava a noite orando (Lc 6:12)
Por que orava se era filho de Deus? - POR QUE DEVEMOS ORAR ? 1-Porque somos absolutamente incapazes de realizar a visão (Qualidade, unidade e quantidade). 2-Porque Deus é o único poderoso e capaz de edificar tal igreja (Ef 3:20) 3-Porque Deus o fará tão somente se o pedimos em oração. (Mt 18:8-19)1 - COMO DEVEMOS ORAR ? 1-A sós, em lugar e tempo específico.<

A BÍBLIA FUNCIONA

Um medico cristão estava lendo sua Bíblia assentado num banco da praça, quando um senhor se aproximou e reconhecendo o médico disse: - Não posso crer que o senhor, com sua cultura, consiga ler e acreditar num livro como esse! - Por quê? Perguntou o médico. - Por que nem sabemos quem escreveu este livro. Eu não acredito numa coisa que nem sequer saiba quem escreveu. O medico olhou fixamente para o homem e perguntou-lhe: - O senhor acredita e usa a tabuada? - Sim. uso-a freqüentemente. O senhor sabe quem escreveu a tabuada? - Não, não sei, respondeu o incrédulo. - Como é então que o senhor acredita e usa algo que o senhor nem sequer sabe quem escreveu? Perguntou-lhe o médico. O homem embaraçado teve uma idéia brilhante e respondeu: - É que a tabuada funciona, e tudo mundo sabe disto. - Meu amigo, disse o médico, a Bíblia também funciona muito bem. E eu poderia mostrar centenas de pessoas que tiveram suas vidas modificadas pela Palavra de Deus. Seus ensinos são vida para quem os col…

Experiência Cristã

Em primeiro lugar, nem sentimentos nem experiências constituem base pela qual se possa julgar a espiritualidade. Nenhum dos efeitos que aparecem quando o Espírito está presente com poder, tais como lágrimas, tremores, gemidos, desmaios, etc., são apresentados nas Escrituras como indicadores de fé ou do favor de Deus. Nem visões grandiosas ou fortes emoções por si mesmas estabelecem alguma coisa sobre nossas relações com Deus. Quando as multidões viram Jesus curando o paralítico, elas glorificaram o Deus de Israel (Mc 2.12; Mt 9.8; Lc 5.26; Mt 15.31), e quando Jesus ensinou nas sinagogas foi glorificado por todos (Lc 4.15; 7.16). Assim mesmo, onde estavam essas pessoas quando ele foi crucificado? Segundo observa Edwards, o fato de uma pessoa orar ou de falar com entusiasmo sobre Deus durante certo tempo não significa muita coisa em si mesmo. O homem natural é capaz de ter as mais admiráveis visões de Deus e de ter os mais profundos sentimentos religiosos e assim mesmo se af…

O Dia

" Mas, amados, não ignoreis uma coisa: que um dia para o Senhor é como mil anos, e mil anos, como um dia" ( 2 Pe 3.8). 
O calendário de Deus é diferente do nosso, no começo do ano logo marcamos no calendário os dias especiais, como aniversários, viagens, férias, etc. Mas, não sabemos o dias especiais que Deus tem para nos dar, para nós pode ser um dia comum, sem nenhum compromisso importante marcado, mas pode estar no calendário de Deus, como o dia em havemos de ter um encontro com Ele especial, o dia em que a sarça vai arder. Assim como foi com Moisés, mas um dia comum, no mesmo deserto, com as mesmas ovelhas, mas para Deus era o dia do encontro, o dia que a sarça iria queimar, mas não consumir. Você está em sua rotina, assim num dia normal. Deus decide falar com você como nunca falou antes. Pode ser esse dia em que ele vai comunicar-lhe algo grandioso a seu coração. 

Presentes de Deus

Deus tem uma herança para nós (Gl 3.29), mas para alcançarmos, Ele nos dá alguns desafios a serem desenvolvidos ao longo da vida. Desafios que podemos chamar de presentes, porque eles servem para moldar nosso caráter (comportamento). Assim como Deus guiou o seu povo pelo deserto durante 40 anos (Dt 8.2) com o único propósito de inclinar o coração do povo a sua vontade. Deus trabalha conosco de várias maneiras, para que possamos estar de coração livre e submisso ao seu querer. Deus tem bençãos para nos dar (Ef 1.3), todavia será que estamos prontos para recebê-las? Eis aí o trabalhar fantástico de Deus em nossas vidas, como ser Criador, traçando nosso caminho conforme as nossas necessidades. Louvado seja o Senhor que nos sonda e conhece, que é justo e reto em suas designações. "O caminho de Deus é perfeito" (Sl 18.30)

Espírito Santo

A SUA  OBRA  GERAL: Zacarias  4.6; João 15.26 ;  16.8  ;   2 Pedro 1.21 ;  Apoc. 22.  17.


O   DERRAMAMENTO   PROMETIDO. Isaias  32.15 ;  59.21 ;    Ezequiel  39.29. Sobre  Jovens e  Velhos ........................ Joel  2.28 Cristo é o   seu  doador ..........................  Mateus 3. 11 Dado em resposta à  oração...................  Lucas 11.13 Dado aos que esperam em Deus............   Lucas  24. 49 Dá  poder  para  o  serviço.......................  Atos 1.8 É  precedido  pela  limpeza  pessoal.......   Atos 2. 38

Será mesmo que você é substituível?

Na sala de reunião de uma multinacional o diretor nervoso fala com sua equipe de gestores.

Agita as mãos, mostra gráficos e, olhando nos olhos de cada um ameaça: "ninguém é insubstituível".

A frase parece ecoar nas paredes da sala de reunião em meio ao silêncio.

Os gestores se entreolham, alguns abaixam a cabeça. Ninguém ousa falar nada.

De repente um braço se levanta e o diretor se prepara para triturar o atrevido:

- Alguma pergunta?

- Tenho sim. E Beethoven?

- Como? - o encara o gestor confuso.

- O senhor disse que ninguém é insubstituível e quem substituiu Beethoven?

Silêncio.

Ouvi essa estória esses dias contada por um profissional que conheço e achei muito pertinente falar sobre isso.

Afinal as empresas falam em descobrir talentos, reter talentos, mas, no fundo continuam achando que os profissionais são peças dentro da organização e que, quando sai um, é só encontrar outro para por no lugar.

Quem substituiu Beethoven?  Ayrton Senna? Ghandi? Frank Sinatra? Garrincha? …

Como educar filhos

1. A educação não pode ser delegada à escola. Aluno é transitório. Filho é para sempre.

2. O quartonão é lugar para fazer criança cumprir castigo. Não se pode castigar com internet, som, tv, etc...

3. Educar significa punir as condutas derivadas de um comportamento errôneo. Queimou índio pataxó, a pena (condenação judicial) deve ser passar o dia todo em hospital de queimados.

4. É preciso confrontaro que o filho conta com a verdade real. Se falar que professor o xingou, tem que ir até a escola e ouvir o outro lado, além das testemunhas.

5. Informação é diferente de conhecimento. O ato de conhecer vem após o ato de ser informado de alguma coisa. Não são todos que conhecem. Conhecer camisinha e não usar significa que não se tem o conhecimento da prevenção que a camisinha proporciona.

6. A autoridade deve ser compartilhada entre os pais.. Ambos devem mandar. Não podem sucumbir aos desejos da criança. Criança não quer comer? A mãe não pode alimentá-la. A criança deve aguardar …

Abraão, o mundo não era digno dele