Ouvindo a voz de Deus

Ouvi detrás de mim uma grande voz, como de trombeta, que dizia:... escreve-o. (Apocalipse 1.10,11)


É muito agradável notar que uma voz do Céu disse a João: "Escreve-o". Será que essa voz não vem a nós? Será que algumas pessoas não provariam das alegrias do Céu se lhes escrevêssemos palavras de perdão e afeto? E outras não enxugariam as lágrimas se lhes lem­brássemos as alegrias passadas, de quando éramos po­bres como são eles hoje? Será que alguém que lesse estas palavras não poderia colocar num envelope algu­mas palavras de seu punho, que fizessem o coração de uma viúva saltar de alegria?
Que faz nossa caneta? Está acrescentado alegria à vida dos outros? Sim? Então os anjos podem tocar suas harpas sempre que sentamos à escrivaninha. Eles são enviados para ministrar aos herdeiros da salvação, e de bom grado cuidam de nossa caneta, como se estivésse­mos escrevendo música para eles cantarem, pois o que escrevemos completa a alegria de seus protegidos.

Thomas Champness

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

QUILOMBOS E REVOLTAS ESCRAVAS NO BRASIL

Como um arco íris

Difícil ser resiliente