Um bom coração sempre visa o seu próximo, não bate de forma desordenada e egoísta, mas bate de forma romântica e revolucionária.  Todos os dias vemos cenas que retratam uma realidade de muitos, pessoas vivendo em situação sub-humana, por cada esquina sentimos o aroma fétido  que vem da injustiça  social, e o que nos fazemos? Pra ser bem sincero nada, só dilatamos nossa pupila num pequeno momento, mas esquecemos quando chegamos em casa, ligamos a TV, comemos, e deitamos em nossas camas macias e confortáveis.
Não estou aqui para julgar o certo ou o errado, quem sou eu, mas será que pensamos de verdade em nossos semelhantes? Será que fazemos aquilo que nos foi ensinado por Jesus cristo? Vivemos meus amigos, para justificar nossas atitudes, mas dificilmente agimos de forma revolucionaria, mas o que seria essa revolução? Para mim a primeira revolução seria a da consciência sem isso não iríamos a lugar algum, depois a revolução doce que deve vir  de cima pra baixo, ou seja, do governo para a população, que seria a educação, mas não esperem simplesmente, não se conformem, lutem, reivindiquem não só o seu direito, mas de toda a massa, aí sim chegaremos perto de um pensamento revolucionário que irá mudar nossa sociedade, tornando-a mais justa e harmoniosa. 


Por: Lúcio C. Vieira

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

QUILOMBOS E REVOLTAS ESCRAVAS NO BRASIL

A ENTRADA DA IGREJA NOS CÉUS

Como um arco íris