Crendo no coração

Muitos de nós temos necessidades particulares prementes e problemas sérios que destroçam nossas vidas, no entanto não pedimos auxílio a Deus porque, sob nossa camada superficial de fé e confiança, não cremos que Deus tenha o poder de fazer algo a respeito.
É claro que Deus é capaz de tratar de qualquer problema que levemos a Ele. Criar planetas para Ele não é nada. Nem ressuscitar mortos. Coisa alguma é difícil demais para Deus resolver - porém Ele está aguardando que nós reconheçamos seu poder e peçamos sua ajuda.
Eu costumava arrumar desculpas para minha tímida vida de oração. Não tenho bons modelos de perseverança em oração, disse a mim mesmo. Minhas responsabilidades são imensas e meu tempo é escasso para orar de maneira adequada. Deus, porém, me convenceu de que eu não estava sendo honesto comigo. O motivo pelo qual minhas orações eram fracas, era minha débil fé.
Em minha mente eu sempre havia acreditado na onipotência de Deus. Escrevi e preguei sobre este assunto. Muitas vezes, no entanto, esta crença não se encontrava registrada onde é realmente importante - em meu coração. Quando meu coração não está convencido, não oro a respeito de situações difíceis, nem peço a Deus para suprir necessidades urgentes. Bem no íntimo, não acredito que Ele possa resolver meus problemas.
Durante minhas férias de verão passei horas lendo, planejando e orando em uma pequena sala com vista para o porto de South Haven, Michigan. Certa manhã, observando as ondas lambendo a praia, descobri qual era a dificuldade em minha vida de oração. Eu não cria, em meu coração, que Deus pudesse fazer alguma coisa em relação a toda confusão ao meu redor. Confessar esta dificuldade diante de Deus foi muito embaraçoso mas, também, purificador.

Decidi que eu não queria continuar como me encontrava, descrendo da onipotência de Deus em todas as circunstâncias práticas da vida. Assim, iniciei um ataque em minha falta de convicção. Abri a Bíblia e localizei quase todos os textos que enfatizavam a capacidade de Deus de realizar qualquer coisa que Ele desejasse.
Bill Hybels

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

QUILOMBOS E REVOLTAS ESCRAVAS NO BRASIL

A ENTRADA DA IGREJA NOS CÉUS

Como um arco íris