Me dá teu coração


Ei vem cá, não tenha medo!
Pode me entregar, prometo que protegerei com minha vida.
Fique tranquila, lance fora o medo.
Sem desespero, sinta a calmaria tomar conta.
Confiança, apenas disto que você precisa.
Estará bem seguro, guardarei bem direitinho.
Tomarei todas as precauções, não deixarei quebrar.
Não permitirei que alguém o machuque e acima de tudo
assumo o compromisso de eu mesmo não ferí-lo.
Tenha certeza que me responsabilizarei que ele
permanecerá em bom estado, em total funcionamento.
Todos os batimentos e pulsações no ritmo.
Confesso que acelerarei só um pouco com alegrias e risadas;
E quando pularmos de emoção ao comemorarmos nossas conquistas.
Sempre manterei nele o olhar fixo, vigiando de dia e de noite.
Assegurando que nenhum mal virá assombrá-lo.
Minhas mãos firmes repousarão sobre ele para que sintas o quanto quero bem.
Depositarei diariamente amor e carinho.
Agasalharei quando tiver frio, o refrescarei no calor;
Juntos sentiremos a brisa que os bons momentos trazem.
Agora vem cá, me dá teu coração. 

(Joaquim Queiroz)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

QUILOMBOS E REVOLTAS ESCRAVAS NO BRASIL

A ENTRADA DA IGREJA NOS CÉUS

Como um arco íris