"Aquilo"


Temos propriamente “aquilo” que faz o outro deslumbrar e reforça cada vez mais nossa unidade. É tão determinante, que é visto por todos, não é impositor, mas é forte, não é palpável, mas é emocionalmente sentido; daí vem à prova da sua existência.
 Sua ação fundamentou nossa relação, concedendo segurança para manter-nos firmes ante a distância física e temporal que nos extrema.
Vivemos assim harmonicamente sobre “aquilo” que nos sustenta e que cura nossos corações feridos pelo golpear da saudade. Montamos uma estrutura que para tantos pode ser loucura, mas conosco tudo sai tão sincronizado.
“Aquilo” gera momentos de sorrisos, acordos inteligíveis, uma série de planos futurísticos, revelando nossos sonhos quer sejam possíveis ou não. Fornece-nos uma noção de quem o outro realmente é, e nos faz mostrar sem cortinas as virtudes que temos.
“Aquilo” nos move a sorrir sozinho, pular de alegria ao saber que o outrem nos ama.
 “Aquilo” dá origem as nossas analogias; garante mais do que razões para caminharmos um do lado do outro.
“Aquilo” dirige o caminho que me leva a ti. Na jornada fica a ensinar temperança, acalmando minha pressa, fazendo valorar a tua imagem.
Confesso que fico sem saber se sou vivente por mim ou direcionado para onde quer que “aquilo” queira levar-me.
Sei que você sabe o que é “aquilo”. “Aquilo” é o que toca o coração, toma conta da mente, faz os olhos brilharem, faz a gente rir da gente e gostar. “Aquilo” nos faz dançar, sonhar, pular, sonhar, vibrar, sonhar, gargalhar, sonhar e não se cansar de sonhar.
(Joaquim Queiroz)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

QUILOMBOS E REVOLTAS ESCRAVAS NO BRASIL

A ENTRADA DA IGREJA NOS CÉUS

Como um arco íris