Igualdade é isso que querem os deficientes

O respeito às pessoas com deficiência é uma questão de Direitos Humanos, até por conta elas são detentoras dos mesmos direitos humanos que todos os demais cidadãos.
Igualdade é isso que querem os deficientes. Querem oportunidades iguais e não caridade. As velhas abordagens baseada na piedade e no perspectivo desamparo das pessoas com deficiência são considerado inaceitáveis. Exige-se: educação, serviços sociais, saúde e atividades de lazer. Nada pode ser feito com única proposta para a maioria, lembramos aqui que a minoria também paga seus impostos, cumprem com seus deveres, e tem totais condições legais de exigir seus direitos.
As barreiras na sociedade conduzem a discriminação e a exclusão social, sendo assim as pessoas com deficiência não são capazes de usufruir plenamente seus direitos. Tornam-se cidadãos invisíveis.
A sociedade tem que agir cada vez mais de maneira inclusiva. Os empregadores devem aumentar seus esforços para incluir, reter e promover pessoas com deficiência na sua força de trabalho. A independência financeira os retira da dependência econômica, além de servir de estima. Vemos então que esforços especiais precisam ser feitos para promover o acesso de pessoas com deficiência ao mercado de trabalho. Papel importante deve ser desempenhado nessa luta, é o da mídia, que deve contribuir para uma melhor descrição de pessoas com deficiência nos mais diversos meios de comunicação, além de ser educativo, serve como estímulo. 
(Joaquim Queiroz)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

QUILOMBOS E REVOLTAS ESCRAVAS NO BRASIL

A ENTRADA DA IGREJA NOS CÉUS

Como um arco íris