Lembrei-me


Era para ter anotado todos os pensamentos, motivos e emoções ocorridas desde o dia que te encontrei. Cada momento singular, sorrisos maravilhosos, sensações tão boas que poderia igualar a qualquer da mais rica fantasia imaginativa.

Todavia, nunca é tarde demais para começar. Então, lembrei-me dos primeiros olhares, cujo brilho até hoje está a nos iluminar. Lembrei-me de todas as ligações feitas. Das dúvidas. Que me reservará o futuro nesta relação amorosa?

Lembrei-me do nosso pacto, estabelecer uma relação interpessoal, cujos fatos deveriam está revestidos de lealdade e sinceridade. Lembrei-me que na construção desses anos, entre paquera, namoro, noivado e casamento, estamos cheios de tantos episódios interessantes e dignos de notas.

Vivemos fases, circunstâncias tão diferentes, que nos habilitaram para esse instante seguro atual. Lembrei-me disso hoje, nossa memória falha, e, consultar a experiência é uma lição de benemérito.  

Joaquim Queiroz

Comentários

  1. Que Lindooo'

    http://byanak.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Belas palavras Joaquim, Que Deus abençoe grandemente, cada vez mais sua vida conjugal. Abraço Laryssa Francielle!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

QUILOMBOS E REVOLTAS ESCRAVAS NO BRASIL

Como um arco íris

Difícil ser resiliente