Tu és o meu norte


Em meio as turbulências do meu ser, Tu és o meu norte.
Basta pensar em ti que a alegria vem com doçura.
Festejo nosso amor, delicio-me no seu resplendor
Nada se equipara a sua graça e ao seu valor.
Transcende a medida da mente humana;
Sobe acima da mais alta estrela.
É admiravelmente gentil, contemplativo e prático.
Testemunho, pois me decifrou singularmente.

Bendito seja o laço que nos une.
Louvado seja o Criador que no seu intento
Em nossos corações nossa comunhão firmou.
Amar-te-ei e amado serei para sempre
Minha mão com tua mão para sempre.

(Joaquim Queiroz)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

QUILOMBOS E REVOLTAS ESCRAVAS NO BRASIL

A ENTRADA DA IGREJA NOS CÉUS

Como um arco íris