Divinamente inspirada


Homens santos de Deus falaram inspirados pelo Espírito Santo.
2 Pedro 1.21

A Bíblia é a escrita do Deus vivo. Cada letra foi grafada por um dedo todo-poderoso. Cada uma de suas palavras saiu dos lábios eternos. Cada sentença foi ditada pelo Espírito Santo. Embora Moisés tenha sido em­pregado para escrever suas histórias com uma pena flamejante, Deus guiou sua pena. Pode ser que Davi tenha tocado sua harpa, deixando fluir de seus dedos as do­ces melodias dos salmos, mas Deus moveu suas mãos sobre as cordas vivas de sua harpa de ouro. Salomão entoou cânticos de amor e pronunciou palavras de su­prema sabedoria, mas Deus dirigiu seus lábios e tornou eloqüente o pregador. Se eu sigo Naum, trovejante, quando seus cavalos cortam as águas; ou Habacuque, quando ele vê as tendas de Cusã em aflição; se leio Malaquias, quando a terra se queima como um forno; se me volto para a suave página de João, que me fala do amor; ou para os rudes capítulos de Pedro, que falam do fogo devorando os inimigos de Deus; se me viro para Judas, que lança anátemas contra os inimigos de Deus - em toda parte encontro Deus falando. E a voz de Deus, não de homens; as palavras são palavras de Deus: as palavras do Eterno, do Invisível, do Todo poderoso, do Jeová dos séculos. Essa Bíblia é a Bíblia de Deus; e quando a vejo, parece que ouço uma voz bro­tando dela, dizendo: "Sou o Livro de Deus. Leia-me; homem. Sou os escritos de Deus. Você deve me amar, pois Ele é meu Autor, e você o verá, visível e manifesto, por todas as partes".
(C. Spurgeon)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

QUILOMBOS E REVOLTAS ESCRAVAS NO BRASIL

A ENTRADA DA IGREJA NOS CÉUS

Como um arco íris