Ao meu Deus

>Para a minha vida - Compreendo que és a razão.
>Nas minhas perdas - Vislumbro a sua boa, perfeita e agradável vontade.
>Em minhas guerras - Recorro a quem é o meu Escudo.
>Dos meus sonhos - Abro mão e abraço os teus.
>Os meus impossíveis - Apresento-os a quem os realiza.
>Nos meus medos - Corro para as tuas asas protetoras.
>Na minha dor - Entendo que me permites passar por certas coisas por serem necessárias.
>Em minhas tempestades - Descansarei nos teus braços.
>Nas minhas diárias falhas - Apego-me a tua diária misericórdia.
>Em dúvidas sobre o meu futuro - Lembro-me de que vestes os lírios do campo.
>Em tentações - Procuro resistir, pois sei que sempre tens o melhor.
>No teu silêncio - Recordo-me que meu nome está gravado em tuas mãos.
>Na minha ansiedade - Deposito meu coração em quem é Fortaleza.
>Para as tuas promessas - Confio em tua fidelidade.
>Ao teu chamado - Digo: Sim.



(Ary Gabriel)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

QUILOMBOS E REVOLTAS ESCRAVAS NO BRASIL

Como um arco íris

Difícil ser resiliente