Pular para o conteúdo principal

Palavras de Louvor I


A melhor forma de entender o que significa louvor é examinar as palavras usadas para o louvor no Velho Testamento, e particularmente no livro de Salmos.          

HALAL:
(aleluia) - significa simplesmente, louve o Senhor, ou "Louve Yah". Yah é a forma abreviada da   palavra do Velho Testamento Yahweh, traduzido como Jeová.

HALAL
significa, ser vangloriado, estar feliz e alegre. A palavra conota uma tremenda explosão de entusiasmo no ato de louvor. Isto é o que uma   pessoa faz quando seu time favorito vence uma partida nos últimos cinco minutos do jogo. Se  eles são realmente fãs, eles permanecerão, levantarão suas mãos e gritarão em vitória. Esta é a  essência do significado da palavra halal. Muito poucos de nós sempre louvam ao Senhor desta forma. Nos vangloriamos e exaltamos a  Deus em sua grandeza com tanto entusiasmo e alegria que outras pessoas podem pensar que é   uma tolice. O homem que louva ao Senhor dessa maneira é envolvido com o amor que ele sente   pelo Senhor. Ele não está agindo como um tolo diante do Senhor.

YADAH:
 (admitir em publico), como no Salmo 138:1, "eu darei graças a Ele de todo o meu coração; eu   cantarei louvores a Ele diante dos deuses". Em uma tradução melhor do verbo agradecer ou   louvar é admitir de publico. Esta palavra expressa o verdadeiro significado de louvor. Isto é   falando aos outros o que Deus tem feito. Este verbo tem uma significado mais profundo que é de  "mão estendida", ou, "lançar a mão". Isto implica em adorar com as mãos levantadas. Esta é a palavra usada em 2 Cro 20:19-21, onde os levitas vão a frente do exercito louvando o  Senhor. A palavra para louvor em Hebraico é yadah. Quando eles iam eles levantavam as mãos  com toda a sua força. Eles expressaram seus louvores a Deus com as mãos levantadas, e é   claro, nós sabemos o que aconteceu; o inimigo se auto-destruiu.  Nossas mãos expressam muito de nossa personalidade. Nós podemos fazer um punhal golpear alguém. Nós podemos alcançar e tocar alguém com nossas mãos e abençoa-las. Ou, nós  podemos levantar nossas mãos em louvor a Deus. Salmo 63:4 diz, "Assim eu te bendirei enquanto eu viver, levantarei minhas mãos em teu nome". Posteriormente, abordaremos sobre   louvor com as mãos.
                
BARAK:
(abençoar) Ele tem nos abençoado mas como podemos abençoar Deus? Salmo 103:1-2 diz, "bendize ao Senhor, O minh’alma: e tudo o que há em mim, bem-diga o seu santo nome. Bendize ao Senhor, o minh’alma, e não esqueça de nenhum dos seus benefícios." Nós bendizemos ao Senhor não esquecendo dEle, e não esquecendo de suas bênçãos. O Salmo 103 passa então a enumerar aquelas bênçãos: amor, satisfação, redenção, honra, renovo. Nós abençoamos o Senhor, lembrando de todas essas coisas.            Existe um sentimento de ajoelhar-se e bendizer ao Senhor em um ato de adoração na palavra  barak. Existe uma reação reflexa em nós que desejamos nos prostrar na presença do Senhor, especialmente em oração. No salmo 72:9-15, Deus prometeu libertar os pobres e aflitos se eles se prostrassem diante dEle  pelo ato de se prostrar esperam receber a benção do Senhor. O conceito aqui é muito simples, se nós nos ajoelhamos diante dEle e ficamos na expectativa de   receber suas promessas, nós receberemos.

ZAMAR:
 (significa tocar instrumentos de cordas, e refere-se ao louvor que envolve adoração instrumental  como está escrito no salmo 150.) - PRECISAMOS INTENSIFICAR EM NOSSO MINISTÉRIO  Este é um dos verbos musicais de louvor usado em Salmos. Ele traz a idéia de fazer música de louvor para Deus como no Salmo 92:1, "É bom render graças ao Senhor (reconhecimento público a Jeová) e cantar louvores ao teu nome ó Altíssimo." É impossível entender louvor sem entender esse relacionamento de louvor com música. Música foi a principal expressão de louvor pelos filhos de Deus no Velho Testamento. É impossível ter voz se estendendo por muito tempo sem que a música seja envolvida.

SHABACH:
 (significa barulho, falar em alto e de forma convincente) Esta palavra é encontrada no salmo 117:1, "Louvai ao Senhor, vós todos os gentios, louvai-o todos os povos." SHABACH também, significa ordenar triunfo, glória e gritos. No Salmo 63:3-4 Davi diz, "Porque a tua graça é melhor que a vida, meus lábios te louvam (shabach). Assim, cumpre-me bendizer-te enquanto viver." Há um tempo quando é apropriado gritar alto ao Senhor. Isto é shabach. Este é o tipo de louvor  que faz o diabo fugir.


(Miguel Levy)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

QUILOMBOS E REVOLTAS ESCRAVAS NO BRASIL

A formação de grupos de escravos se deu em toda parte do Novo Mundo onde houve escravidão, os quilombos variavam de tamanho, lugar e importância, o quilombo dos Palmares sobrepôs por sua fama, devido sua resistência os números dos que habitaram lá foi consideravelmente aumentado para justificar as derrotas, um reduto onde negros de várias etnias se reuniram, onde havia a prática comércio, uma hierarquia social de guerra. Com o seu fim, jamais houve no Brasil um quilombo tão grande como Palmares. Muitos dos quilombos não eram tão longe das cidades e das grandes fazendas onde mantinham relações comerciais e de parentesco, muitos escravos se abrigavam em propriedades de plantio, ou eram seduzidos a fugir para formar pequenos quilombos para plantação, principalmente de mandioca onde atravessadores compravam o produto por um preço abaixo do mercado, muito deles assaltavam viajantes, seqüestravam, caçavam, plantavam, colhiam ou trabalhavam em minas para depois trocarem por di…

Como um arco íris

Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças. Eclesiastes 9.10
Se devemos viver separados do mundo, como va­mos executar corretamente as tarefas seculares, comuns da vida, uma vez que os homens só fazem direito aquilo que fazem com vontade? Se nosso coração está repleto de coisas celestiais, como obedeceremos a este outro mandamento igualmente divino: "Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças"? Eles se harmonizam perfeitamente. O homem que se coloca entre o mundo celestial e o terreno está liga­do a ambos; ele não se parece com a flor, que brota do pó e para lá retorna; nem com a estrela, que brilhando muito longe da esfera terrena, pertence totalmente aos céus. Em vez disso, nosso coração pode ser ligado ao arco-íris que, alçando-se ao céu mas repousando na ter­ra, relaciona-se tanto com o solo dos vales quanto com as nuvens do céu.
Guthrie

Difícil ser resiliente

Tem horas que a alma é dominada pela preocupação, uma carga de responsabilidade pesa sobre os ombros, dando demonstrações que nunca vai findar. Sendo péssima a sensação de perca do controle das reações. Quando caímos em si, já escorregou pelas mãos toda a razão.
Com feroz força todo arrependimento do mundo toma conta do pensamento, e os questionamentos não cessam acerca do que era para ser feito e o que deveria deixar de fazer. No ambiente envolta os objetos fazem barulhos desconcertantes com o único objetivo de irritar, tirar o foco, retirar um pouco de sua paciência. Paciência, sim, é o que mais precisamos e menos temos. O corpo reage o que sente a alma, dores aparecem, a cabeça parece que vai explodir e o estômago fica embrulhado, a pele engrossa e rejeita tudo que lhe toca. Nada coopera para que alguma coisa melhore. Olhamos para trás vemos só arrependimentos, erguemos o olhar para o futuro apenas dúvidas e incertezas, e no presente o sentimento é inutilidade, ignorância, sem direção …