Ester


  Judia, filha de Abiail, uma linda jovem, cresceu em Susã, capital da Pérsia. Seus pais morreram quando era ainda pequenina.
  Foi adotada pelo seu primo Mordecai. Foi eleita e coroada rainha com o maior esplendor escolhida a ser Rainha pelo Rei Assuero, onde mais tarde tornou-se sua esposa, o que possibilitou o livramento da nação hebraica de ser aniquilada depois do cativeiro babilônico. Apareceu 40 anos depois da reedificação do templo e 30 anos antes da reedificação do muro de Jerusalém.
  Sua vida muito contribuiu para a vinda do Messias, sem ela, com certeza a nação hebraica pereceria e o 500 anos antes da vinda de Cristo. Seu principal tema era defender a libertação dos Judeus.
  Ester não somente era formosa, mas sábia. Admiramo-lá não só pelo seu patriotismo e bravura, mas por seu tato e sagacidade.
Tal foi a origem da festa de Purim, observada ainda hoje pelos judeus. No 12º mês, chamado Adar, no calendário judeu que equivale aproximadamente a fevereiro e março no nosso calendário.
Cronologia
·        Ester, Judia, tornou-se rainha da Pérsia, 478a.C.
·        Ester livrou os judeus de serem massacrados, 473 a.C.
Características
·        Mulher Decidida: Et. 4:14-16
·        Beleza: Et.2:7
·        Abnegação e heroísmo: Et.4:16
·        Tato: Et.5:8
·        Coragem: Et. 7:6
·        Patriotismo: Et. 8:3-6

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

QUILOMBOS E REVOLTAS ESCRAVAS NO BRASIL

Como um arco íris

Difícil ser resiliente