Dias de Tempestade


Em um instante, e às vezes inesperadamente, o céu se enegrece.
O tom acinzentado toma a paisagem. O azul celeste é rapidamente ofuscado.
Nuvens extensas e negras são acompanhadas de ventos intrépidos.
Pássaros já não mais cantam. O imponente astro solar simplesmente desaparece.
Cenário que nos causa medo. Tudo fica um pouco mais silencioso, solitário e sombrio.
Assim são os dias de tempestade.

Não existe previsão meteorológica para os momentos de dor.
Em súbito, a nossa vida muda de cor. Ventos sussurram notícias desanimadoras, trazem resultados inesperados e levam pessoas queridas.
A força nos falta, a alegria e o ânimo velozmente se esvanece. Procuramos âncoras de esperança onde possamos nos firmar, enquanto vemos a tormenta levar sonhos, histórias, conquistas e a tranquilidade que existia.

A rotina muda: compromissos adiados, ausências sentidas, atrasos frequentes.
Os minutos parecem mais longos. O relógio segue um ritmo aparentemente incomum.
É um dia que parece interminável. Não estamos acostumados com estes momentos.
O forte som da chuva indica que não sabemos em que horas tudo isto irá terminar.
Trovões e relâmpagos nos lembram de que certas situações estão acima da nossa capacidade. Há coisas que não podemos resolver ou evitar.

A tempestade atinge impiedosamente a família, a saúde, os sentimentos, a fé.
O diagnóstico médico arranca lágrimas, o abandono parental fere a alma, a calúnia tira o nosso sono. Amigos se vão. Palavras de conforto não chegam. Promessas são quebradas e as nossas expectativas se frustram.
Desejamos que esses dias nunca existissem e nos questionamos do porque nos atingiram.
Em silêncio ou em clamor, esperamos que tudo volte ao normal.

Mas, nenhuma tempestade é eterna. Há sempre um momento em que tudo volta ao seu lugar. O vento silencia, a chuva para e os pássaros voltam a cantar.
Janelas são abertas: nossos olhos vislumbram a negritude se dissipando e o Arco do Designer do Universo, estendido, trazendo a antiga tonalidade.
Ergue-se a promessa Divina em multicores, reafirmando à humanidade que tudo ainda está no Seu controle. As tempestades nunca sobressairão ao limite estabelecido por Ele.

O Criador tem sempre um Arco de esperança em nossa tempestade. Suas brilhantes promessas se estendem sobre um céu negro de dor e medo.
Temos a garantia da Sua presença em meio ao nosso pesar. A Sua companhia é certa nos caminhos íngremes que temos que percorrer. As mãos furadas do Mestre não hesitarão em enxugar nossas lágrimas. Suas Palavras ainda encontram a divisão da alma e do espírito. Seus ouvidos não desprezarão o teu clamor.

Vislumbre algo diferente em meio aos relâmpagos. Ouça uma doce voz em dias de trovões.
Na densa tormenta, abra a janela: existe um Arco Divino estendido no céu da tua vida, lhe garantindo que tens a Ele, que tudo está no Seu controle, que a ventania é passageira.
O Pai se preocupou em dispor deste detalhe. Teus olhos podem ver. Deus sempre tem algo multicor para os teus dias cinza. Esta é a Sua promessa para os teus dias de tempestade.


Ary Gabriel

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

QUILOMBOS E REVOLTAS ESCRAVAS NO BRASIL

A ENTRADA DA IGREJA NOS CÉUS

Como um arco íris