EVANGELHO, SEU PODER NO ZIMBABWE


"Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz;
Vós, que em outro tempo não éreis povo, mas agora sois povo de Deus; que não tínheis alcançado misericórdia, mas agora alcançastes misericórdia".  (1 Pedro 2:9-10)


Antes da colonização européia no Zimbabwe, os nativos moviam guerras uns contra os outros. Os mashanganis, povo forte e aguerrido, viviam no Sul; e os mashonas, mais pacíficos, no Norte. Eram freqüentes as invasões dos guerreiros mashanganis às aldeias dos mashonas.
Estes colocavam sentinelas com trombetas nos picos das montanhas para que avisassem os seus habitantes da aproximação dos mashanganis. Ouvindo as trombetas, os mashonas evacuavam as suas choças e se escondiam em ca­vernas. Chegando às aldeias, os inimigos procediam ao saque e levavam tudo o que queriam, mas não encontravam homens para matar, nem mulheres para levar cativas.
Desde que o cristianismo entrou no Zimbabwe, tem havido paz entre os nativos. Mas ainda são necessários os toques de trombeta. Agora, os cristãos é que são chamados a tocar trombetas, avisando os homens dos perigos do pecado e anunciando o evangelho da paz.

Obediah Manjengwa (Zimbabwe)

Comentários

Postagens mais visitadas