Vida


Por uma só coisa anseio: aprender o que se esconde atrás dos fenômenos; desvendar o mistério que me dá a vida e a morte; saber se uma presença invisível e imortal se esconde além do luxo visível e incessante do mundo.
Pergunto e torno a perguntar, golpeando o caos: quem nos planta nessa terra sem nos pedir licença ? Quem nos arranca da terra sem, nos pedir licença ?
Sou uma criatura fraca e efémera, feita de barro e sonhos. Mas sinto em mim o turbílhonar de todas as forças do Universo.
Antes de ser despedaçado, quero ter um instante para abrir os olhos e ver. Minha vida não tem outro objetivo. Quero achar uma razão de viver, de suportar o terrível espetáculo diário da doença, da fealdade, da injustiça e da morte.
Vim de um lugar obscuro, o Útero; vou para outro lugar obscuro, a Sepultura. Uma força me atira para fora do abismo negro; outra força me impele irresistivel–mente para dentro dele.
Nikos Kazantizakis

Comentários

Postagens mais visitadas